As 5 Maiores Dificuldades de um Concurseiro

Todo concurseiro já se encontrou naquele dilema em ficar sexta-feira de cara com os livros ou sair com os amigos. No entanto, o pensamento num futuro melhor acaba pesando na escolha. Sabemos que esta dúvida não é fácil e que isso é um grande sacrifício. Entretanto, seria pior conviver com o dilema de nunca ter tentado ou arriscado por algo maior.

Sabemos que existe muitas outras dificuldades e iremos lista as que são mais desgastante e que exigem muito de nos humildes concurseiros. Além disso, você vai identificar-se com elas, pois são dificuldades que todos nos passamos.

#1 MAIS MATÉRIAS QUE QUANTIDADE DE TEMPO DISPONÍVEIS

Quanto mais estudamos mais vemos que os temas de concursos são mais profundos, mas não quer dizer que nunca vamos dominar tal assunto. No início, é cansativo tentar absorver uma imensidão conhecimentos novos, pois estamos desbravando um mundo virgem aos nossos olhos. Todavia, tudo na vida, no começo, apresenta uma dificuldade inicial que com o treino e dedicação passam a tornar-se algo natural.

Dessa forma, quando transpormos a barreira introdutória e rompemos a casca começamos a compreender que após ultrapassar este desgaste inicial é uma questão de tempo para atingimos nos objetivos e metas. Então, é normal sentimos cansaço ao adentrar neste meio de concursos, mas não é por isto que desistir seja um opção, pelo contrário é algo que fica totalmente sem sentido quando quebramos esta barreira. Assim, mantenha a calma que essa fadiga no princípio é natural.

#2 NÃO SABER POR ONDE COMEÇAR OS ESTUDOS

Muitas vezes, abraçar tudo de uma vez e exigir demasiadamente pode ser um erro. Neste jornada, temos de começar degrau por degrau, pois não é do dia para noite que surge um Juiz ou um procurador. Temos de compreender que todos que alçaram seus objetivos começaram pedra por pedra. No entanto, não confunda começar degrau por degrau com economizar em energia e dedicação. Isto seria um erro fatal.

A dica é fazer um planejamento com metas a curto, médio e longo prazo, mas sempre respaldadas em um objetivo final que, as vezes, pode sofrer alterações a medida que ganhamos experiência e maturidade. Assim, seja fiel ao seu planejamento. Entretanto, ele deve sofre mudanças durante a sua jornada.

#3 NÃO TER UM PLANEJAMENTO COM METAS E OBJETIVOS

A dedicação e o planejamento são duas ferramentas poderosíssimas que juntas fazem um concurseiro a alcançar objetivos inimagináveis, mas se forem trabalhadas de forma isolada o aluno pode demorar a conquistar o seu sonho. Assim, fica claro que não basta estudar com afinco e com todos as forças sem um planejamento e uma organização do que deseja e pretende. Para complementar, temos aquele pensamento do grande Lewis Carrol: “Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve.”

Dessa forma, fica nítido que sem planejamento você fica sem uma direção definida e sem saber para onde isto pode te levar.

#4 ACHAR QUE SÓ PASSA QUEM ESTUDA 12 HORAS POR DIA

Como falamos anteriormente, vale mais 6 horas bem planejadas do que 12 horas de dedicação para qualquer direção. Vamos reforçar mais uma vez um ótimo planejamento de estudo faz toda diferença. Trace metas e não quantidades de horas de forma isolada.

Além disso, o que soa mais eficaz dizer: amanha vou estudar 12 horas ou amanha vou estudar para o TST, fazer uma redação e treinar um simulado de concurso ?! Convenhamos que quando definimos metas absorvemos melhor o fato que estamos evoluindo. Dessa maneira, ficamos mais motivamos com os estudos.

5# CONCILIAR LAZER COM ESTUDOS

Esta pode dizer-se uma das maiores dificuldades de nos concurseiros. Esta jornada é cansativa e desgastante, mas não devemos nos torturar com a ideia de isolar-se 100% do mundo, pois precisamos de um momento de escape para descarregarmos a sobrecarga diária ao conciliar trabalho, estudos, família, o excesso de informações, as horas e horas lendo apostilas de concursos e fazendo inúmeras questões comentadas.

Tenha um momento de lazer no seu planejamento, mas evite noitadas que vai prejudicar um semana de seu estudo devido ao resultado do cansaço. Uma dica é focar em saídas que realmente vale a pena você ir, pois quando fazemos saídas bobas acaba consumindo o tempo que você deixaria para algo com mais importância. Seja realista!

Sabemos que são muito mais dificuldades do que estas, mas sabemos mais ainda que o prazer ao atingir este sonho que é torna-se um servidor público faz destes desgastes parecerem pequenos.

Ótimos estudos e lembrem-se:  “Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve.” – Lewis Carrol (Alice no pais das maravilhas)

Autor Luís Henrique Barbosa

Dono e professor do Preparo Concursos

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s